Hoje trazemos a vocês que acompanham o blog do Supremo uma entrevista que fizemos com Jefferson Iitako Duarte, instrutor de Tai Chi Chuan formado pela Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan (SBTCC), 5º Ranking pelo Sistema de Graduação da Associação Internacional da Família Yang de Tai Chi Chuan, membro da International Yang Style Tai Chi Chuan Association e juiz no Sistema de Ranking da Associação Internacional de Tai Chi Chuan.

Ele nos explica um pouco sobre a prática do Tui Shou (推手), termo chinês que pode ser traduzido como “empurrar as mãos” ou “mãos coladas”.

Supremo: O que é o Tui Shou?
Jefferson Iitako: O Tui Shou faz parte da arte do Tai Chi chuan, ele é feito sempre em dupla. Através do contato desenvolvemos a sensibilidade para podermos aplicar as oito energias que regem o Tai Chi Chuan. Existem várias técnicas nesta prática que podem ser feitas com mão simples, com mãos duplas.

Supremo: Para quem é direcionada a prática?
Jefferson Iitako: O Tui Shou é indicado para as pessoas que já praticam o Tai Chi Chuan. É necessário você entender os Dez Princípios que regem a arte para desenvolver-se no Tui Shou.

Supremo: Qual a importância da prática do Tui Shou?
Jefferson Iitako: A importância da prática do Tui Shou está no entendimento das oito energias que regem o Tai Chi Chuan. Através do entendimento dessas oito energias, você se aproxima mais do aspecto marcial do Tai Chi Chuan e quanto mais você entende o aspecto marcial do Tai Chi Chuan, mais aperfeiçoa a sua performance tanto na forma quanto no Tui Shou. Uma coisa ajuda a outra.

Durante sua viagem para a China em março de 2018 para o discipulado da família Yang, a instrutora Valéria Sanchez participou de treinamentos com os mestres e discípulos de arte para aprimorar a prática do Tui Shou. Veja o vídeo abaixo e entenda melhor como são os movimentos harmônicos e graciosos dessa prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *